Publicada em 12 de abril de 2017 às 5h48

Na Escola SESI Dra Êmina Barbosa Mustafa aluno sai do Ensino Médio com uma profissão

 

Eukyam Batista aluno, desde a infância prestes a se formar, satisfeito em fazer parte da história da instituição.Uma escola em que o aluno conclui o Ensino Médio e ainda se habilita em um curso técnico. Assim é a Escola SESI Dra. Êmina Barbosa Mustafa, que no próximo sábado (15) vai completar 28 anos no cenário educacional manauara. Atualmente a escola atende 868 estudantes, a maioria alunos filhos ou dependentes de industriários, que cursam do Ensino Fundamental ao Ensino Médio.

Aos alunos do Ensino Médio, a partir do 2º ano, são oferecidas aulas de ensino regular durante o período da manhã e  aulas na modalidade Educação Básica Articulada com Educação Profissional (EBEP), graças à parceria SESI e Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI), que articula a educação regular à educação profissional. Nessa modalidade, funcionam os cursos: Técnico em Informática, Técnico em Sistema de Informação, e Técnico em Administração. Todos os cursos são dotados de laboratórios para que o estudante ponha em prática os conhecimentos adquiridos.

De acordo com a gerente da Escola SESI, Ana Karina de Holanda, os alunos do ensino médio também são preparados para o vestibular, desde o 1º ano, e colhem o sucesso com a aprovação nas melhores universidades.

“No início do ano, fazemos o nivelamento, com avaliação diagnóstica para perceber onde está a maior dificuldade dos alunos e assim planejar o trabalho. Quando a turma está toda nivelada, damos início ao preparatório voltado para as avaliações externas”, relata a professora.

Para os alunos são oferecidos oficinas de aprendizagem, de redação, aulão interdisciplinar, entre outros.  “Somente duas vezes por semana esses alunos passam o dia inteiro aqui na escola, sendo que pela manhã têm aula regular e à tarde têm o preparatório”, observa.

Alunos do 2º e 3º ano da EBEP também participam do preparatório ao vestibular, durante uma hora por dia, com oficinas de redação, produção textual, interpretação de texto, física, química e matemática, para fortalecer o ensino.

“Aqui desenvolvemos um trabalho completo com os nossos alunos, para que saiam do ensino médio com uma profissão e aptos para inserção no mercado de trabalho ou na universidade”, explica Ana Karina.

A Escola SESI conta com equipe técnica formada por 45 professores, uma assistente social, um técnico de enfermagem, uma psicóloga e quatro pedagogos. “Temos dois pedagogos que atuam nas turmas do Ensino Fundamental I e II, outro que atende o ensino médio e uma pedagoga que atende a todos os alunos de forma geral, fazendo o acompanhamento de orientação”, conta Ana.

Em sala de aula, além dos professores há também auxiliares, que atuam como facilitadores da aprendizagem nas turmas com alunos com necessidades especiais, ou com necessidade de uma atenção mais direcionada.

 

Alunos aprovam

 

“Estudo aqui desde pequeno, cresci aqui dentro. Então o SESI é a minha casa. A escola é tem qualidade de ensino diferenciado, eu gosto daqui”, fala o aluno do 3º ano do Ensino Médio, Eukyam Nogueira, que estuda na unidade desde o 3º período do Ensino Fundamental I.

Renata Valério, também aluna da escola desde a Pré-Escola e em seu último ano na instituição, destaca que a sua experiência na escola é gratificante, porque o SESI vem sempre inovando, sempre buscando o melhor para nós. “Temos muito apoio dos professores, a qualidade do ensino é ótima, vou levar pra sempre as experiências que eu tive aqui”, relata.

 

Torneios estimulam aprendizado

 

Na educação tecnológica, os alunos têm aula de robótica e programação para o aprendizado em inovação de forma criativa. Com o Torneio de Robótica FIRST® LEGO® League (FLL) – programa internacional voltado para crianças de 9 a 16 anos, os alunos despertam o interesse em temas como ciência e tecnologia dentro do ambiente escolar.

Para o torneio, os alunos desenvolvem projetos de pesquisas científicas que resultam na construção e programação de robôs autônomos com a tecnologia Lego® Mindstorms®, para realizar missões em tempo pré-determinado pelos organizadores do torneio.

“Todas as escolas SESI trabalham a robótica dentro das salas de aulas e preparam seus alunos para uma seletiva interna das Escolas SESI. Os vencedores dessa seletiva participam do Torneio de Robótica First® Lego® League (FLL) – Etapa Regional Amazonas e se classificados, para a etapa nacional”, afirma Ana.

Em 2017, além de participar da 1ª Olimpíada SESI de Matemática – etapa regional, a escola participará pela 1ª vez da Olímpiada Brasileira de Matemática (Obemep), bem como do FLICS (1º Festival Literário e Cultural SESI), evento em parceria com a Rede Amazônica.

Inaugurada em 15 de abril de 1989, na administração do então presidente da FIEAM e diretor regional do SESI Amazonas, João de Mendonça Furtado, a escola recebeu o nome de Êmina Barbosa Mustafa, em homenagem à educadora que atuou no SESI por mais de 35 anos em vários cargos, inclusive com superintendente do Departamento Regional do Amazonas (SESI/DR).

A escola foi construída para atender principalmente os filhos e demais dependentes dos trabalhadores do Polo Industrial de Manaus (PIM) e atualmente conta com uma área de 5,5 mil metros quadrados. De acordo com a gerente da escola, Ana Karina Holanda, a maioria dos alunos é oriunda da indústria. “Temos 574 alunos que representam 66% de alunos dependentes da indústria”.

A unidade possui espaço modernamente equipado com laboratórios, biblioteca, quadra poliesportiva, auditório, com destaque para as salas tecnológicas. “A nossa escola oferece estrutura de qualidade para os nossos alunos e o trabalho que desenvolvemos com a educação tecnológica tem chamado bastante a atenção dos pais durante a matrícula”, pontua.

O ensino fundamental é oferecido em período parcial e os alunos são acompanhados por equipe de profissionais, enriquecidos de materiais didáticos criativos. A escola oferece aulas de robótica com a metodologia LEGO® Education, aulas de língua inglesa a partir do 1º ano e língua espanhola a partir do 6º ano, visando a aprimorar o currículo escolar dos alunos de 1º ao 9º ano conforme as necessidades de cada fase.

 Em 2016, a escola foi premiada em 2º e 3º lugar na etapa regional Olimpíada Brasileira de Robótica, em 1º lugar na categoria Design Mecânico na Olimpíada do Conhecimento em Brasília e em 2º lugar no campeonato de robótica da Semana de Tecnologia da UEA.

 

Projetos

Além das aulas normais, a escola também têm em sua grade escolar diversas atividades extras como recreações juninas, festa da família, além dos projetos internos como a feira do empreendedor e a semana da indústria. Segundo Ana Karina, na semana da indústria os alunos saem do ambiente escolar para fazer visitas técnicas nas fábricas. “Ano passado os alunos visitaram a fábrica de sorvete Toya, a fábrica Bombons Finos da Amazônia. Temos uma parceria muito forte com indústrias como a Caloi, Samsung, Honda, que sempre recebem os alunos para visitação e palestras. A indústria é muito parceira”, reconhece a pedagoga.

  Serviço

A Escola SESI Dra Êmina Barbosa Mustafa funciona em horário parcial para o Ensino Fundamental I e II e integral para o Ensino Médio com a modalidade EBEP. Este ano, foram matriculados 868 alunos, a turma que mais atende a demanda são as turmas do Ensino Fundamental, na faixa etária de 11 a 15 anos. Todas as turmas possuem entre 20 a 40 alunos. A maior turma é a do 3º ano do Ensino Médio com 43 alunos. A escola SESI Dra. Êmina Barbosa Mustafa está localizada no bairro Aleixo, Avenida Cosme Ferreira, 3295. Para mais informações ligue (92) 3216-1020 / 3216-1021 / 3216-1022 ou pelo e-mail  ue3.secretaria@fieam.org.br / escolasesi.aleixo@sesiam.org.br.

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA

 

Diretoria de Comunicação e Marketing do Sistema FIEAM

Tel: (92) 3186-6576 Fax: (92) 3186-6579

E-mail: imprensa@fieam.org.br

Portal: http://www.fieam.org.br

Sistema FIEAM nas redes sociais

FIEAM: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

SESI: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

SENAI: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

IEL: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

Comente esta notícia
Pular para a barra de ferramentas