Publicada em 29 de julho de 2020 às 12h43

SENAI retoma aulas presenciais no dia 3

Novos cenários aguardam os alunos do SENAI Amazonas na retomada das atividades escolares presenciais, na próxima segunda-feira, 3 de agosto. Depois de quase cinco meses de aulas a distância, oferecidas em plataformas virtuais por causa da pandemia de covid-19, as escolas da Rede SENAI no Estado retomam, ainda de forma gradual, o ensino em sala de aula, nos laboratórios e oficinas, seguindo as recomendações de proteção, saúde e segurança, como a adequação da carga horária presencial e rodízio de turmas em dias e horários alternados.

Na preparação de suas oito unidades – as quatro escolas de Manaus e uma de Parintins, e as três agências de treinamento em Itacoatiara, Coari e Iranduba – o SENAI Amazonas precisou fazer no último mês uma série de adequações tanto estruturais quanto operacionais, que vão da instalação de pias em locais estratégicos e fixação de dispensers para sabão líquido e álcool em gel em todas as áreas de convivência, até a colocação de tapetes bactericidas nas entradas, e placas sinalizadoras com avisos quanto às regras de distanciamento, uso de máscaras e higienização das mãos.

De acordo com o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Rogério Pereira, algumas unidades, como laboratórios de prática, passaram por reparos e pinturas durante o recesso forçado, sem contar as adaptações feitas em algumas salas de aula para o acesso remoto e transmissão de vídeo-aulas.

Para a retomada das atividades escolares e atender às recomendações do protocolo elaborado pelo Comitê de Segurança do Sistema FIEAM (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), de combate à proliferação do Covid-19, as escolas do SENAI receberam adicionalmente novas lixeiras com pedal, pulverizadores, banners e fita adesiva para demarcação de pisos, além de estoque de álcool em gel, máscaras e protetores faciais para o corpo técnico.

A prática de aferir a temperatura, já na entrada, iniciada com os colaboradores na volta das atividades administrativas, será adotada com os alunos e toda a comunidade escolar que precisar acessar os ambientes. “O contexto da pandemia criou um cenário novo que exige cuidados com a saúde e o bem-estar de todos”, diz o gerente-geral de Educação Profissional do SENAI Amazonas, José Nabir de Oliveira. As equipes, segundo ele, foram devidamente orientadas quanto a essa nova realidade.

Segundo Nabir, a depender do curso e do número de alunos matriculados, as escolas têm duas formas de evitar a aglomeração, por rodízio em dias de aula alternados e adequação da carga horária diária. Seja como for, as aulas serão complementadas durante a semana via educação a distância (EaD). “Ao retornar, o aluno estará recebendo as orientações necessárias para desenvolver as suas atividades na escola com segurança”, afirma o gerente.

 

Sem prejuízo pedagógico

 

Com exceção das etapas presenciais obrigatórias, as atividades das escolas da Rede SENAI no Amazonas não paralisaram suas atividades no período de isolamento social iniciado em março de 2020. Uma parte dessas atividades aconteceu em regime semipresencial e quando houve necessidade de prática presencial básica, os instrutores recorreram a simuladores virtuais.

“Tivemos poucas turmas paralisadas no período, inclusive nos municípios do interior, mas essas aulas serão repostas imediatamente no retorno das atividades escolares, não havendo prejuízo pedagógico aos alunos”, explicou José Nabir. Todas as escolas concluíram a parte teórica da maioria dos seus cursos pela modalidade EaD, por meio da plataforma Google Classroom.

Para José Nabir, embora já ofereça um portfólio significativo de cursos EaD, o SENAI Amazonas junto com seus alunos teve oportunidade de aprimorar o conhecimento das plataformas virtuais. “Como em todo processo desafiador, buscamos encontrar soluções práticas e assertivas, o que nos ajudou a enxergar as oportunidades, primeiro pela interação dinâmica e, depois, por conseguirmos automatizar processos de ensino e aprendizagem, fazendo uso de conceitos da indústria 4.0 na Educação Profissional. Diante do cenário atual, conhecer e entender a disposição de recursos tecnológicos foi uma estratégia consistente para o ensino remoto”, disse o gerente.

 

Protocolos

 

Com base nos protocolos do Comitê de Segurança do Sistema FIEAM e do próprio SENAI Nacional, e no que recomendam as autoridades de saúde, as unidades da Rede SENAI de Educação Profissional no Amazonas orientam alunos e instrutores quanto às melhores práticas de prevenção contra o Covid-19 na retomada das atividades escolares. Veja algumas orientações:

– Cada aluno deve levar seu próprio “Kit-Covid-19” – recipiente com álcool em gel, recipiente para beber água, pelo menos duas máscaras para trocar durante o período na escola, lenços de papel para higiene pessoal, e saquinho de lixo para colocar os produtos descartados.

– Não usar bijuterias (brincos, colares, pulseiras) nem adereços de metal.

– Instrutores e alunos devem respeitar o distanciamento de dois metros entre si.

– Mesas que eram para duplas deverão ser ocupadas por uma pessoa só.

– As estações de trabalho devem ser desinfectadas antes e depois das aulas.

– Nos banheiros coletivos, só poderá entrar uma pessoa por vez, e a porta principal deverá ser mantida aberta.

– Os bebedouros só poderão ser usados para encher o recipiente que cada aluno deve trazer de casa.

Comente esta notícia