Publicada em 12 de abril de 2017 às 4h18

SENAI apresenta Edital de Inovação para Indústria

Com investimento previsto de R$ 75 mil a R$ 400 mil por projeto individual, o Edital de Inovação para a Indústria 2017 foi apresentado, ontem, aos empresários do setor primário na 3ª Reunião do Comitê de Apoio ao Desenvolvimento do Agronegócio no Amazonas. O edital é direcionado para indústrias de todos os portes e startups de base tecnológica.

Técnico do Núcleo de Inovação, Alan Souza

De acordo com o técnico do Núcleo de Inovação do SENAI, Alan Souza, a iniciativa visa promover a cultura de inovação, aumentar a produtividade e competitividade das indústrias brasileiras, mobilizando a conexão entre grandes empresas e startups de base tecnológica e o investimento em inovação nos micro e pequenos negócios.

Souza afirma que, nas últimas edições do Edital, os projetos da área que se destacaram estão diretamente ligados ao agronegócio, a exemplo do trabalho sobre o gel para tratamento de varizes, por meio do nanoencasulamento de extratos vegetais da Amazônia (2015), assim como a qualificação de extratos naturais através de sensores (2015), e a automação/internet das coisas na hidroponia (2016).

O Edital financiará o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores da indústria nacional com o aporte financeiro rateado entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) que aportará R$ 30 milhões, Serviço Social da Indústria (SESI), com R$ 3,6 milhões, e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com R$ 20 milhões em projetos.

“O recurso aportado pela empresa é de caráter não reembolsável e destina-se à fase de desenvolvimento dos projetos de inovação, custeando prioritariamente horas técnicas e matéria-prima”, informou Alan Souza.

A meta neste ano é atender 285 projetos. Os interessados já podem ser inscritos pelo site www.editaldeinovacao.com.br, nas categorias de Inovação Tecnológica para grandes e médias empresas; Inovação Tecnológica para Micro e Pequenas Empresas, Microempreendedor Individual (MEI) e Startups de Base Tecnológica; Empreendedorismo Industrial; Inovação em Segurança e Saúde no Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS); Inovação Setorial em Segurança e Saúde no Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS); e Empreendedorismo Industrial em Segurança e Saúde no Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS).

A contrapartida financeira das empresas varia de 50%, 25% e 10%. Há também a categoria que o projeto não precisa de contrapartida, sendo neste caso para os desafios investidores, apresentados por startups, pequenas e médias empresas.

A estrutura de apoio da Rede SENAI nesta ação do Sistema Indústria envolve os 26 Institutos SENAI de Inovação (ISI) e os 60 Institutos SENAI de Tecnologia (IST). No Amazonas, a instituição conta com os serviços oferecidos pelo ISI em Microeletrônica que tem como segmento estratégico as indústrias de dispositivos microeletrônicos e sistemas inteligentes.

O ISI em Microeletrônica dispõe de serviços direcionados a projetos de sistemas e sensores, sistemas inteligentes, empacotamentos e processos semicondutores, testes e confiabilidades, design e simulação de sistemas eletrônicos, microeletrônicos e packaging, e sensores em monitoramento de processos.

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA

 

Diretoria de Comunicação e Marketing do Sistema FIEAM

Tel: (92) 3186-6576 Fax: (92) 3186-6579

E-mail: imprensa@fieam.org.br

Portal: http://www.fieam.org.br

Sistema FIEAM nas redes sociais

FIEAM: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

SESI: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

SENAI: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

IEL: Facebook| Twitter| Instagram| You Tube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Pular para a barra de ferramentas