Publicada em 4 de março de 2020 às 2h59

Na FIEAM, superintendente do Basa vê indício de recuperação

Em reunião com o presidente da FIEAM, Antonio Silva, e seu vice, Nelson Azevedo, nesta terça-feira, 3, na sede da entidade, o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose, disse que a atuação da instituição bancária, em 2019, apresentou números expressivos de recuperação, a começar pelo volume de aplicação em fundos de fomento, que chegaram a R$ 8,1 bilhões para toda a região.

“Só do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) foram R$ 7,6 milhões e, parte desse total, aplicada mais especificamente aqui no Amazonas”, disse Tose, que estava acompanhado do superintendente do Basa, André Luiz Vargas, e do novo gerente geral, Éden Sávio. Com ações para desenvolver a Amazônia de forma sustentável, atendendo às necessidades dos 450 municípios da região Norte e, também, dos Estados do Maranhão e Mato Grosso, Tose explicou que a ideia é sempre priorizar os micro e pequenos empreendedores.

O presidente da FIEAM, Antonio Silva, ressaltou que as atividades desenvolvidas pelo Basa devem ser mais fomentadas para a população que pode contar com diferentes linhas de financiamento. Hoje o Basa atende a 100% dos municípios do Estado por meio do FNO.

Comente esta notícia
Pular para a barra de ferramentas